quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Usuários de antivírus estão inquietos, diz pesquisa da Avira

Mais de 60% dos consumidores testaram múltiplos antivírus no período de um ano; uma entre quatro pessoas simplesmente desativaram o antivírus de seus computadores.

Tettnang, Alemanha, 16 de dezembro, 2010 – A especialista em segurança de TI, Avira, realizou uma vistoria de segurança do consumidor com seus usuários em todo o mundo, em novembro, a qual mostrou que mais de 60% dos entrevistados já tentaram diversos antivírus ao longo de um ano. Além disso, 25% dos usuários admitiram desativar sua proteção antivírus, por achar que esses programas deixam seus computadores mais lentos.

A amostragem de entrevistados sobre segurança do consumidor foi de 9.091 com uma margem de erro entre 0,28% e 1%. As questões foram apresentadas a mais de 100 milhões de clientes da Avira no mundo todo, dando à pesquisa um sabor internacional. Aqui estão os principais resultados da pesquisa de segurança da Avira relativa ao mês de novembro:

  • 62.84% – Já tentou vários produtos de segurança em um período de um ano no mesmo computador.
  • 25.15% – Desativou o antivírus, pois tinha a sensação de que o computador estava mais lento.
  • 12.01% – Pensou em não utilizar a Internet por questões de segurança.

"Não nos surpreende que os consumidores tentem vários produtos de segurança todos os anos, pois todo mundo está tentando encontrar o produto de segurança adequado e que possa efetivamente equilibrar a proteção e o uso dos recursos do computador", disse Sorin Mustaca, especialista em segurança de dados da Avira. "A informação mais alarmante da pequisa foi que 25% dos entrevistados admitiram simplesmente desativar seus produtos de segurança por achar que eles prejudicam o desempenho da máquina. Essa não é uma boa ideia, pois essa prática deixa o computador totalmente exposto ao mais simples dos vírus, permitindo que criminosos utilizem um botnet para distribuir malware e phishing. É um sinal claro para os distribuidores de que ainda mais cuidado deve ser tomado a fim de não sobrecarregar o software de segurança com características que podem ter um grande impacto no desempenho do sistema. No final das contas, quando se trata de segurança, é melhor ter um mínimo de proteção que passe despercebido, do que uma proteção cheia de alertas e sons que o usuário desativa a fim de ser capaz de utilizar seu computador."

Sobre a Avira

A Avira quer que seus clientes “vivam livres” de spyware, phishing, vírus e outras ameaças com base na internet. A empresa foi fundada há 25 anos baseada na promessa de Tjark Auerbach de “fazer software que faz coisas boas para os meus amigos e família”. Mais de 100 milhões de clientes e pequenas empresas agora dependem da experiência em segurança da Avira e software antivírus premiado, o que fazem da empresa a segunda líder no mercado mundial. A Avira oferece proteção de segurança de TI para computadores, smartphones, servidores e redes, entregues tanto como software e serviços com base em “nuvem”.

Além de proteger o mundo online, o CEO da Avira promove o bem estar no mundo offline através da Fundação Auerbach, que apoia projetos de caridade e sociais. A filosofia da fundação é ajudar pessoas a se ajudarem.

Para mais informações, visite o site www.avira.com ou participe da comunidade www.facebook.com/avira.