“Zoombombing”: aumente a segurança das suas videoconferências

O Zoom, a ferramenta de videoconferência que se tornou famosa e indispensável para quem, há alguns meses, foi realocado para o home office, continua ser o assunto do momento. Os números falam por si: de 10 milhões de usuários em dezembro, o número de participantes em março passou para 200 milhões por dia.

A popularidade crescente do Zoom atrai inevitavelmente cada vez mais intrusos e mal-intencionados que tentam identificar e explorar as vulnerabilidades do aplicativo.

Um dos maiores problemas de segurança que o aplicativo de videoconferência tem que enfrentar atualmente é o chamado “Zoombombing”. Esse termo, literalmente “bombardeio de Zoom”, estabelecido há pouco tempo indica a situação desagradável em que participantes indesejados ou não convidados conseguem acessar a videoconferência com a intenção de perturbá-la ou interrompê-la.

Talvez professores e conferencistas, forçados a passar de uma hora para a outra às aulas virtuais, sentiram isso na pele antes de qualquer outra pessoa, estando às vezes despreparados para lidar com esse tipo de situação. Os mais sagazes no uso dos recursos do Zoom acabaram se divertindo em perturbar as aulas: através da opção de controle de tela, compartilharam conteúdos inapropriados e mensagens racistas ou misóginas durante as aulas.

Leia também: O que está acontecendo naquela aula virtual

Estas situações, entretanto, não dependem de brechas da reunião Zoom. Cabe ao anfitrião habilitar os recursos de segurança e tomar todas as medidas necessárias para evitar que a videoconferência seja perturbada.

Como usar o Zoom com segurança? Como evitar a invasão por pessoas indesejadas durante a videoconferência ou evitar situações desagradáveis? Este pequeno guia vai ajudar você a melhorar o seu nível de privacidade e de segurança ao usar o Zoom e a assumir o controle total da sua videoconferência:

Como aumentar a segurança de suas videoconferências?

  1. Use sempre um novo ID para videoconferências com um grande número de participantes.

Ao se inscrever no Zoom, o aplicativo de videoconferência atribui a cada usuário um ID pessoal de reunião, que permanece inalterado e pode ainda ser sempre usado, pois não tem data de expiração. É bem mais seguro gerar um código único para cada conferência individual, especialmente no caso de videoconferências com um grande número de participantes, evitando sempre usar o ID pessoal de reunião atribuída pelo Zoom. Uma vez compartilhado com a rede, o PMI pode ser usado por qualquer pessoa que venha a obtê-lo para acessar a reunião do Zoom e perturbá-la.

 

  1. Habilitar a “Waiting Room” (sala de espera) para a videoconferência

Esta opção permitirá visualizar os participantes antes de dar autorização de acesso à reunião. As pessoas que desejarem participar permanecem à espera da aprovação por parte do organizador da videoconferência no Zoom. Esse recurso é ativado automaticamente, mas é recomendável verificá-lo sempre.

  1. Desabilitar a opção de compartilhamento de tela por parte de outros participantes.

Certifique-se de que somente você e as pessoas que você designar podem usar este recurso para impedir que a videoconferência seja perturbada. Entre no portal do Zoom e à esquerda, na seção Pessoal, vá para Configurações. Procure a opção de Compartilhamento de tela e selecione a opção que habilite somente o anfitrião.

  1. Bloquear o acesso a outros participantes

Uma vez iniciada a reunião e verificados os participantes, bloqueie o acesso à videoconferência para outras pessoas e atribua o papel de anfitrião a alguém da sua confiança. Para bloquear o acesso à videoconferência, clique em Participantes e, na nova janela aberta, pressione o botão em forma de pontos para selecionar Bloquear reunião.

O que fazer se algum intruso conseguir acessar a videoconferência e começar a perturbar a reunião no Zoom?

Apesar de todas as medidas tomadas, pode acontecer que alguém consiga passar despercebido, ou que um dos participantes comece a incomodar e criar caos durante a reunião. Os recursos do Zoom incluem as seguintes medidas que podem ajudar a restaurar o controle e a ordem durante a videoconferência:

Como se livrar de pessoas indesejadas no Zoom?

  1. Excluir um usuário da videoconferência

Para excluir alguém durante uma reunião, coloque a seta do mouse no nome do participante em questão. Clicando em Outro, são mostradas algumas opções, entre elas Remover. Após excluir a pessoa da videoconferência, certifique-se de bloquear o acesso a outros participantes, caso ainda não o tenha feito, como indicado acima.

  1. Desativar o áudio de um participante.

Se não deseja excluir a pessoa, é possível optar por “silenciá-la”. Para isso, volte à lista de participantes e, no nome correspondente, clique em Pedir para desativar o áudio. Rolando para baixo, existe também a opção Silenciar todos que lhe permitirá silenciar todos os participantes da videoconferência simultaneamente. Como medida adicional, é possível clicar novamente no botão em forma de pontos e desmarcar a opção Permitir que os participantes ativem o seu próprio áudio. Uma vez desativada, os participantes da reunião, se silenciados, já não poderão mais reativar o seu próprio microfone.

É preciso apenas acostumar-se com isso. Antes de começar a reunião, consulte a seção Configurações para ajustar as suas videoconferências de modo predefinido por padrão e evitar problemas de segurança.

Leia também: Guia rápido para escolher um app de videoconferência

Este artigo também está disponível em: FrancêsEspanholItaliano