Roubo de dados na Dark Web – Como posso descobrir se estão usando meus dados?

Encontrar a si mesmo na internet é bastante simples: basta inserir o seu nome no campo de pesquisa do seu mecanismo de pesquisa preferido e pressionar a tecla Enter.  É isso. No entanto, os diversos links de artigos e posts das redes sociais encontrados pelo mecanismo de pesquisa estão longe de ser tudo o que existe.

Especialistas acreditam que a Surface Web, ou seja, o conteúdo que é acessível ao público através do navegador da web, representa apenas 5% da internet como um todo. Assim, existem inúmeras maneiras de ocultar as suas informações pessoais na internet.

Pesquisar seu próprio nome na internet não é um mero ato de vaidade. Em vista dos vazamentos de dados no Equifax, Facebook, Panera Bread e Under Armour e do uso indevido subsequente destes dados, é do seu interesse pessoal e financeiro acompanhar o que a internet sabe sobre você.

Imagine a internet como uma casa

Para ter uma ideia melhor de como a internet coleta informações e como estas informações são acessadas e disseminadas, imagine a casa do outro lado da rua. Esta casa já está na internet.

Muito provavelmente, você poderá encontrá-la no Google Maps e talvez até dar uma olhada na sala de estar. Usando o seu navegador da web, você consegue encontrar o endereço exato e outras informações sobre esta casa – por exemplo, o proprietário, escritórios ou empresas que funcionam ali e talvez até o arquiteto responsável pelo projeto.

Estas informações são encontradas na Surface Web e estão acessíveis para qualquer pessoa através dos grandes mecanismos de pesquisa.

Os outros quartos

No entanto, estamos falando somente de uma pequena parte da casa. As portas para o quarto, o escritório e a lavanderia estão fechadas e não podem ser vistas a partir da rua. Os arquivos do escritório estão digitalizados e armazenados na nuvem, porém não se destinam ao público. O mesmo se aplica à lavanderia, porque a roupa íntima suja de outras pessoas deve continuar sendo um assunto particular. Para a nossa comparação, estes quartos simbolizam a Deep Web, que oferece várias vantagens em termos de privacidade.

O termo “Deep Web” não tem nada a ver com ilegalidade, mas descreve bancos de dados não indexados e outros conteúdos que os mecanismos de pesquisa não conseguem pesquisar e catalogar. Deles fazem parte, por exemplo, fóruns da internet que só podem ser acessados por membros registrados ou a sua conta no Gmail. A grande maioria das informações é encontrada na Deep Web, representando cerca de 95% de todo o conteúdo da Internet.

Os cantos muito escuros

Existe também o quarto do adolescente que vive na casa. Ele transformou sua janela em uma entrada secreta, à qual somente seus melhores amigos têm acesso, depois de um cumprimento com um aperto de mão secreto. Na vida real, isto seria apenas uma brincadeira entre os jovens – já na internet, não é tão inofensivo. Este quarto simboliza a Dark Web, que representa a minúscula parte de 0,01% de toda a internet.

Muitos dos produtos e serviços oferecidos na Dark Web não são totalmente legais. O exemplo mais conhecido é o fórum Silk Road, que costumava servir para a distribuição ilegal de drogas e onde foram contratados um ou dois assassinatos. Atualmente existem diversos fóruns na Dark Web onde são vendidos kits de malware e dados pessoais roubados, como números de RG e informações de cartões de crédito.

Do ponto de vista técnico, o acesso à Dark Web é possível apenas em extensão limitada, pois é preciso utilizar o navegador Tor e controlar endereços especiais Tor com a extensão “.onion”, ao invés do “.br” normalmente usado.

Esse procedimento protege o anonimato do usuário, que pode comprar produtos ou serviços com criptomoedas em fóruns realmente fechados, através dos quais ele não pode ser rastreado.

Tor explicado para os leigos em tecnologia

Tor é sigla usada para “The Onion Router” e refere-se ao funcionamento da rede: ele envia dados criptografados através de vários níveis de retransmissão no mundo todo, obscurecendo assim o conteúdo, o remetente e a localização. Este procedimento não é apenas mais seguro, mas também oferece mais privacidade, uma vez que os rastreadores online são efetivamente desativados.

O roteador Tor é uma ferramenta extremamente eficaz para a segurança e a proteção de dados na internet e não é uma indicação de que o usuário esteja fazendo algo de errado. O mesmo é válido para as páginas com a extensão de domínio “onion”.

O lado obscuro do Tor

Os serviços ocultos do Tor, por outro lado, são questionáveis e só podem ser acessados usando uma combinação de navegador do Tor e domínios com a extensão “.onion”. Estas páginas da Dark Web são combinadas para formar um mercado impressionante de ideias alternativas e substâncias ilegais, nas quais é possível negociar com criptomoedas não rastreáveis de maneira totalmente anônima.

O exemplo mais conhecido para este “mercado negro” é o fórum Silk Road, que costumava servir para a venda ilegal de drogas, e onde foram contratados um ou dois assassinatos.

Atualmente existem alguns fóruns onde são vendidos kits de malware e dados pessoais roubados, como números de RG e informações de cartões de crédito. Entre as “mercadorias” oferecidas estão também pessoas – ou, pelo menos, seus números de identidade e informações de cartão de crédito.

Por exemplo, no ano passado, o Departamento Federal de Polícia Criminal da Alemanha anunciou a descoberta de 500 milhões de endereços de e-mail roubados oferecidos em um fórum da Dark Web. 50 milhões deles tinham a extensão de domínio .de.

Como é possível apagar os seus dados pessoais das profundezas da internet?

A facilidade de organizar a sua privacidade online depende de as informações estarem na Surface, Deep ou Dark Web.

Se os dados se encontram na Surface Web, você mesmo pode pesquisá-los, entrar em contato diretamente com o operador do site ou contratar alguém para apagar as informações indesejadas para você. E então, temos ainda todo o restante da internet.

Se informações pessoais se encontrarem na Deep Web, provavelmente isto se deve a um erro de documentação ou arquivamento. Isto acontece automaticamente quando desenvolvedores e corretores de dados rastreiam todas as suas atividades na internet.

Se os seus dados estiverem na Dark Web, as chances de apagar estes dados são tão altas quanto a probabilidade de descobrir a identidade da pessoa que roubou e está vendendo os dados.

Este artigo também está disponível em: AlemãoFrancês

Content Manager
Former journalist. Storyteller at heart.