Respondemos suas perguntas sobre malware, inclusive onde encontrar a melhor proteção grátis

Malware, ou software malicioso, é qualquer tipo de software criado especificamente para ajudar em um crime cibernético, como roubo de dados ou corrupção de dispositivo. Ataques de malware estão em alta, sugerindo que estamos mais vulneráveis do que nunca às sérias repercussões deste perigoso tipo de software.

É complicado navegar em um mundo com malware e todos temos dúvidas.

O que é malware?

O que ele faz?

Qual é a melhor proteção grátis contra malware?

Respondemos suas principais dúvidas sobre malware.

Quais são os tipos mais comuns de malware?

Entre os tipos mais comuns de malware estão:

  • Spyware
  • Ransomware
  • Rootkit
  • Adware
  • Vírus
  • Cavalo de Troia
  • Worm

Nem todo malware é igual. Os métodos de distribuição e seus danos variam de acordo com o tipo. Por exemplo, vírus podem ser instalados secretamente em um dispositivo quando o usuário abre ou executa um arquivo infectado. O vírus então cria e instala cópias de si mesmo, infiltrando o maior número de arquivos possível no computador.

Worms também se reproduzem, mas penetram redes através de vulnerabilidades de segurança. Ransomware vem disfarçado em forma de download ou link. Uma vez instalado em um dispositivo, ele bloqueia arquivos ou o próprio dispositivo. Os hackers exigem que as vítimas paguem uma “taxa de recuperação”, mas eles raramente cumprem a promessa se o pagamento é recebido.

Uma característica que todos os tipos de malware têm em comum é que eles são criados para atacar qualquer dispositivo que conseguem infiltrar e causar o máximo de dano possível, sendo sérias ameaças à segurança online.

Como o malware infecta um computador?

Como todo malware tem uma tática de penetração única, entender todos os pontos de entrada potenciais é um dos primeiros passos defensivos que você deve tomar. Desenvolvedores de malware sabem que quanto mais discreto for seu software, maior a chance de sucesso de seus ataques.

Tenha muito cuidado ao baixar arquivos para seu dispositivo, inclusive vídeos, fotos e arquivos de texto. Isso é especialmente verdadeiro quando o arquivo em questão vem de uma fonte desconhecida, mas mesmo alguém conhecido pode enviar um arquivo infectado acidentalmente.

Unidades removíveis também podem ser fontes de malware. Tenha cuidado ao conectar-se com novas redes também, já que redes comprometidas podem atacar novos dispositivos.

Como posso identificar um dispositivo infectado?

Se o malware infiltra dispositivos sem ser detectado, fará o máximo para continuar oculto até concluir seu objetivo. Isso significa que os sintomas de um dispositivo infectado ocorrem depois que o dano já foi feito. Mas estar atento para os sintomas a seguir pode ajudar a reduzir o tempo de um ataque de malware.

  • Dispositivo começa a ficar lento.
  • Dispositivo começa a travar aleatoriamente.
  • Mais pop-ups e anúncios são exibidos.
  • Software ou apps novos aparecem.
  • Página inicial do navegador ou outras configurações são alteradas.

Se suspeita que seu dispositivo foi infectado, é sempre melhor investigar e não encontrar nenhum malware do que ignorar a suspeita e enfrentar as consequências de um ataque depois.

Quão comum é o malware?

Nós adoraríamos dizer que os ataques de malware estão diminuindo, mas é exatamente o oposto disso. Veja os números de ataque de malware que aconteceram durante os últimos cinco anos de acordo com a AV-Test.

  • 2015 — 470,01 milhões
  • 2016 — 597,49 milhões
  • 2017 — 719,15 milhões
  • 2018 — 856,62 milhões
  • 2019 — 975,79 milhões (projeção)

Baseado nesses números, podemos dizer que os ataques de malware são frequentes. Com novos programas de malware sendo lançados a cada sete segundos, só podemos prever que os ataques vão continuar aumentando.

Quão fácil é identificar malware?

Um erro comum que percebemos com vários usuários é a crença de que é fácil de identificar um malware. Enquanto alguns ataques, como e-mails de fontes suspeitas que pedem que você baixe um arquivo ou clique em um link para receber um prêmio são geralmente ataques de malware, alguns ataques podem parecer coisas rotineiras.

Por exemplo, mais e mais hackers estão aprendendo como imitar marcas conhecidas como Google ou Amazon. Copiando o logotipo da empresa, imitando o tom de seus conteúdos e criando endereços de e-mail que parecem ser oficiais para olhos desapercebidos, eles conseguem enganar as vítimas para que baixem e cliquem em arquivos ou links infectados.

Outra maneira difícil de identificar a infecção de malware é através de documentos. Você abre rotineiramente documentos de texto de companheiros de trabalho? Alguns tipos de malware se anexam e escondem em documentos. Como são reenviados e abertos, o malware se espalha sem levantar nenhuma suspeita.

Portanto, não é sempre fácil identificar um malware. Nem todo download, link ou ação online vai resultar em um ataque de malware, mas nunca presuma que não vai.

Meu celular está seguro contra malware?

As pessoas geralmente pensam que malware é um problema de PC ou notebook. Mas como smartphones podem baixar arquivos, conectar-se à redes e têm vulnerabilidades de segurança, os celulares também atraem hackers.

Tenha cuidado ao abrir mensagens de texto de números desconhecidos, evite clicar em links suspeitos e faça downloads somente em redes seguras.

Por que um hacker me atacaria com um malware?

Sabemos dos perigos dos crimes cibernéticos quando se trata de negócios. Escutamos sobre vazamentos de dados, perdas financeiras e danos irreversíveis para marcas e reputações. Quando hackers podem atacar corporações, por que vão perder tempo invadindo computadores pessoais?

Existem vários motivos, o primeiro é o seu orçamento de defesa. Você muito provavelmente gasta menos tempo e dinheiro em segurança online do que uma empresa. Pode ser que você não tenha tantos dados sensíveis, mas certamente tem informações pessoais armazenadas no seu dispositivo que podem comprometer sua privacidade, finanças e segurança. Se um hacker tiver como lucrar com suas informações, com certeza tentará um ataque.

Como posso me proteger contra malware?

Existem várias medidas defensivas que você pode tomar contra malware. Primeiramente, mantenha seus softwares atualizados. Não clique em links suspeitos ou baixe arquivos nos quais não confia. Faça backup do seu computador regularmente e utilize senhas únicas e fortes para cada uma das suas contas.

A melhor maneira de se proteger contra malware é combinar práticas de conduta online inteligentes com tecnologia de segurança de ponta. O Avira oferece a melhor proteção gratuita contra hackers e ataques de malware. Incluindo:

Password Manager — Gera e armazena senhas fortes e únicas
Software Updater — Atualiza drivers e softwares enquanto otimiza o desempenho
Antivírus — Bloqueia spyware, ransomware, adware e mais
Home Guard — Identifica dispositivos conectados e verifica se têm vulnerabilidades
Juntos, esses serviços oferecem uma forte defesa contra malware. Enquanto o Home Guard mantém sua rede segura e o Software Updater garante que seus programas e apps não estejam desatualizados e vulneráveis, o recurso de Antivírus é o mais importante contra ataques de malware.

Desenvolvido para Windows, Mac, Android e iOS, o Antivírus protege contra diversos tipos de malware, incluindo cavalos de Troia, ransomwares, adwares e vírus. Ele também inclui um verificador em tempo real que fica ativo sempre para proteger você, seus dados, seu dispositivo e suas informações.

Malware é uma ameaça séria que não deve ser ignorada. Tome a atitude correta hoje mesmo para poder se divertir online sem se preocupar com hackers que podem invadir seus dispositivos.

Este artigo também está disponível em: InglêsAlemãoFrancêsEspanholItaliano