Quer descobrir o que o Facebook sabe sobre você? Basta testar!

A lista de escândalos envolvendo o Facebook é longa. Por exemplo, a Cambridge Analytica conseguiu coletar e avaliar informações pessoais de 50 milhões de usuários do Facebook e usar os resultados para influenciar maciçamente as eleições americanas. E até abril de 2019, mais de 540 milhões de dados de usuários do Facebook estavam armazenados em servidores desprotegidos.  Estes casos também mostram, porém, que a Internet muitas vezes armazena muito mais sobre nós do que sabemos. Por exemplo, a busca por doenças, a quantia de financiamentos, os vídeos pornográficos assistidos e muito mais. Os dados do usuário são e continuarão sendo o combustível no negócio da Internet. Há muito tempo estabeleceu-se uma indústria que gera negócios bilionários. São intermediários que coletam dados dos usuários, agrupam-nos em grandes pacotes e os vendem. Nomes, endereços, datas de nascimento, dados de registro e até mesmo números de conta estão sendo vendidos milhões de vezes no lucrativo mercado negro dos dados pessoais. E o Facebook está em primeiro lugar neste jogo.

Facebook: um dos grandes coletores de dados

A empresa coleta dados não apenas dos seus usuários ativos, mas também de outros usuários da Internet. Por exemplo, com a ajuda de plug-ins sociais, como o botão “Curtir” do Facebook. Mesmo não sendo clicados, os botões transmitem dados assiduamente. Por exemplo, o endereço IP do visitante, bem como uma lista das páginas Internet visitadas, incluindo tempo e duração da visita. No caso de usuários do Facebook, esta lista é combinada com o número de usuário do Facebook e o perfil é personalizado desta forma. Assim, o Facebook sabe exatamente que páginas com plug-ins sociais os seus usuários visitaram nos últimos 24 meses. Mas mesmo os usuários que não têm conta no Facebook permitem a criação de perfis detalhados que respondem à pergunta: Em que produtos os usuários estão interessados? Ele está planejando uma viagem para a Espanha? Será que ele tem hemorroida?

O que o Facebook sabe sobre você

Quer descobrir o que o Facebook sabe sobre você? Então continue a leitura.  Você vai descobrir de onde o Facebook obtém os seus dados, como impedir isso e como excluir os dados já armazenados.

  • Passo 2: Aqui você vê que dados o Facebook coletou sobre você, detalhadamente e divididos em 24 categorias. Por exemplo, como o Facebook classifica você (em “Sobre você”) ou quais vídeos você visualizou.

  • Passo 3: Se deseja excluir uma entrada individual, clique no ícone de edição à direita dela e depois em Excluir. Faça isso novamente em todas as outras entradas que você não deseja que apareçam no Facebook ou que o Facebook deve ignorar. Verifique também as configurações, por exemplo, em Reconhecimento facial ou Histórico de localização.

Dica: você pode solicitar um documento que contenha todos os seus dados resumidos. Para isso, basta clicar na parte superior em Baixar suas informações e Criar arquivo. Você receberá um e-mail quando o seu arquivo pessoal estiver pronto para download.

Como parar a espionagem do Facebook

Se não deseja ser espionado pelo o Facebook, basta seguir estes cinco passos e colocar a rede social no seu devido lugar.

  • Passo 1: Abra a página do Facebook de configurações de privacidade. Faça o login com a sua conta no Facebook, se ainda não o fez.
  • Passo 2: Na parte superior da página, em “Atividade fora do Facebook”, você verá os símbolos de alguns serviços que coletam informações sobre você e as disponibilizam para o Facebook.  Mas este é só o começo. Clique no canto direito em Gerenciar sua atividade fora do Facebook e insira sua senha do Facebook.

  • Passo 3: Agora você terá uma visão completa dos serviços e websites dos quais o Facebook obtém dados pessoais a seu respeito. O número no canto inferior direito dos símbolos mostra com que freqüência isso acontece (a escala só vai até 20). Você também fica sabendo quando ocorreu o último fluxo de dados. Agora clique em um dos logotipos.

  • Passo 4: Agora você descobrirá de modo aproximado como o Facebook acessa os seus dados através do serviço e quais informações estão envolvidas. Se você quiser interromper o fluxo de dados no futuro, clique em Desativar atividade futura de XXX e depois em Desativar.

  • Passo 5: Ainda melhor, para proibir de forma geral a transferência dos seus dados de fontes externas para o Facebook, clique à direita em Gerenciar atividade futura, depois novamente em Gerenciar atividade futura e desativeAtividade fora do Facebook futura. Leia as observações. Se você concordar, confirme com Desativar.

É importante saber, porém, que o Facebook continua sabendo o que você publica na rede social, a que você assiste e muito mais. Mas ao menos você corta a ligação com os serviços externos.

Leia também: Configurações de privacidade do Facebook 2020: Faça estas 5 alterações para proteger seus dados

Este artigo também está disponível em: AlemãoFrancêsEspanholItaliano