Com que frequência devo fazer varredura em busca de malware no PC?

É importante ter uma rotina de manutenção dos dentes, da barba e também do computador. Crescemos com rotinas sendo enraizadas em nossas cabeças: escovar os dentes depois das refeições, tomar banho uma vez por dia e cortar as unhas quando necessário.

Em nossas vidas online, os passos para um cuidado rotineiro são menos definidos: configure seu antivírus para que faça varredura regular do dispositivo em busca de malware ou instale patches e atualizações o quanto antes. Essas orientações ainda não definem a frequência exata do que seria “regularmente”.

Buscando os tesouros em quarentena

Ao verificar o antivírus do computador do meu filho, me surpreendi em encontrar quase cem amostras de malware e PUA em quarentena. Isso tudo antes que eu comece a fazer minha própria varredura do sistema. Isso me fez pensar se estava ignorando algum passo importante na configuração de segurança geral do computador dele.

Não é o tamanho, mas a frequência

Fiz a pergunta “com que frequência devo fazer a varredura do meu dispositivo com o antivírus” para descobrir a opinião dos especialistas da Avira. Além disso, também lhes fiz uma pergunta qualitativa. “Se o antivírus é bom de verdade, por que ainda preciso fazer varredura?”

Recebi a resposta rapidinho. “Sempre recomendamos fazer várias varreduras. Recomendamos que isso seja feito uma vez por semana”, disse Fabian Sanz, pesquisador de segurança na Avira. “Na verdade, há uma varredura agendada por padrão em todas as versões do Avira configurada para uma vez por semana”.

Ameaças no nível de zero-day

Existe um motivo lógico para fazer varreduras regulares. Em uma das situações possíveis, comenta Fabian, o malware é baixado e não é executado. Como o malware é de um tipo novo, desconhecido anteriormente, ainda não há detecção disponível e o arquivo continua no sistema. É raro, mas acontece. Algumas horas depois vem uma atualização de VDF com a nova detecção criada para esse tipo de arquivo.

“Se o malware não estiver ativo, se você nunca o executou ele, ele permanecerá no seu sistema porque a proteção em tempo real reage na execução do arquivo, quando ele é movido para outra pasta ou copiado”, ele explica. “Pode-se dizer que se trata de visão baseada em movimento”. A varredura de sistema, por outro lado, vai encontrá-lo, já que analisa todos os arquivos diretamente”.

Segurança por padrão

Agora nós sabemos: uma vez por semana é ideal e é a configuração padrão. Basta certificar-se de que você, e nenhum membro em sua rede familiar, trabalhe no computador conectado como administrador e que todos os seus patches estejam atualizados. Como seria bom se a vida fosse tão simples como a proteção contra malware.

Este artigo também está disponível em: InglêsAlemãoFrancêsEspanholItaliano

As a PR Consultant and journalist, Frink has covered IT security issues for a number of security software firms, as well as provided reviews and insight on the beer and automotive industries (but usually not at the same time). Otherwise, he’s known for making a great bowl of popcorn and extraordinary messes in a kitchen.